Acolhimento Pai-Mãe-Bebê


O Acolhimento pai-mãe-bebê é uma estratégia adotada pela Atenção Básica, sendo uma das funções da unidade de atenção básica para melhor atendimento ao bebê, a puérpera e ao pai nesta nova fase que se inicia com o nascimento da criança. O acolhimento acontece nos primeiros dias que a criança e a puérpera chegam ao seu novo lar. Ele pode ser feito em duas etapas: sendo a primeira com a visita apenas do Agente Comunitário de Saúde (ACS) e a segunda com a visita do ACS com algum outro profissional, podendo ser este o técnico de enfermagem, o enfermeiro ou o médico.
No acolhimento, o profissional observa as dificuldades dos pais e da criança nesta adaptação ao novo ambiente. Orienta quanto aos principais problemas nesta primeira fase e possíveis soluções. Ainda é sempre repleto de orientações sobre como organizar o ambiente para o bebê, cuidados com o cordão umbilical, prevenção de assadura de fraldas, amamentação, sinais e sintomas importantes, entre outros. É um momento de aproveitamento para os pais e que estimula maior vínculo com o novo bebê, assim como esclarece alguns mitos que existem quando o assunto é bebê recém-nascido.

Algumas dúvidas que podem surgir sobre este processo de acolhimento:

- Onde é feito este acolhimento?

Preferencialmente ele é feito na casa da pessoa durante uma visita domiciliar, mas ele também pode ser feito na unidade.

- Por que este nome "Acolhimento pai-mãe-bebê"?
Por um tempo era chamado apenas de acolhimento mãe-bebê, mas sabemos que o pai é uma figura importantíssima neste processo, desde o pré-natal e continua durante a vida da criança. Por este motivo passou a ser chamado de acolhimento pai-mãe-bebê, porque incentiva, apoia e elogia o papel do pai no cuidado e educação dos filhos. A ideia principal é acolher esta nova família e dar boas vindas a criança nesta nova realidade, assim como criar um maior vínculo com a unidade que é sua referência nos cuidados de saúde e fará seu acompanhamento.

- Para que serve este acolhimento?

Como já disse anteriormente, quebrar mitos, orientar cuidados imprescindíveis para o bebê neste primeiro momento, identificar problemas e futuros problemas, tirar dúvidas e angústias dos pais. Assim como ter um momento especial de cuidado com esta família.

- Quem é responsável por este acolhimento?

A responsabilidade do acolhimento é da equipe de saúde que faz acompanhamento desta família.

- Qual a vantagem do acolhimento?

Este processo ajuda os pais nesta nova caminhada e deixa as portas abertas da unidade para esta criança que acaba de chegar.

Abaixo segue uma foto de um acolhimento pai-mãe-bebê muito bem sucedido feito pelo Enfermeiro Renan Tomaz da Equipe Maria da Conceição. Os pais de primeira viagem são Brenda e Felipe. A estrela da foto é o Enzo com apenas 5 dias no dia.



Uma consulta de puericultura com o Pai presente.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Dia do ACS e AVS - 04/10/2015

Evento Valorização da Paternidade e Amamentação